Depressão com Poesia

Vozes prensadas.

Palavras entaladas na garganta

Coçam, doem

Ardem, inflamam

Alfabeto atravessado

O som que não sai

Cadê o abridor?

Vozes prensadas

Raciocínio vão 

Letras soltas

Sem sentido

Incomodam.

Nesse mundo

De muitos sons

Sou boneco

Quebra nozes

Quebrado.

5 thoughts on “Vozes prensadas.

  1. Amo nozes, aqui em casa sempre tem castanha do Pará, quando eu não acho o abridor, sabe o que eu faço? Dou uma porretada! Haha 😙

  2. Haha, uma delícia né? Mas claro que eu tenho uma ajudinha de colheres de ferro, panelas e tudo mais haha

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: