Depressão com Poesia

Voejar

Solene

Pequena

Renda

Teceu

Gravuras

Em mim

Com seus braços abertos

Transformou

Meus olhos num fino cetim

Senti

O sentido sem fim

Nas ondulações de suas asas

Bordadas

Minúcias que vão além do existir

Assim nos fitamos

No tempo perene

Até o perecer

Quando todo SER

Será

Voejar



e-books por Cristileine Leão

As Pegadas do Jabuti

para crianças e para quem gosta de autoconhecimento


Flores cantam Poesias: fotografias e poemas

para apreciar a beleza

Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

11 thoughts on “Voejar

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: