Depressão com Poesia

Vida de(leite) e sonho

Nos caminhos do horizonte

Tudo era colorido

Terra à todos

Mar com sol

Lua e névoa

Nenhum mal

Um amante encontrei

Diamante o chamei

Num rasante abraço vou

Não pereço e nem enjôo

Vislumbro o canto

De seu encanto

Divido a paz

Que tanto apraz

Olho nos olhos

Dos muitos sonhos

Fruta madura é seu sabor

Derrama seu doce até na dor

Seu pranto produz solo fértil

Na terra do tudo próspera

Nada é inútil

Nem flor caída

A semente sempre revigora

Como a velhice vivida

Raiz forte como dente

Que já foi dente de leite

Vida de(leite) e lembrança

Sem começo e fim

O caminho do horizonte

Tinha gosto de infinito.

1 thought on “Vida de(leite) e sonho

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: