Depressão com Poesia

Vida contagiante

  • Posso desenhar na sua perna?

– Pode.

– Mas vai ser um desenho com história contada.

– Como é isso?

– Vou te ensinar…

Era uma vez… chovia, o menino pegou um guarda-chuva, então… aí Auau nasceu um cachorro.

Esse é o caminho que o Pedrinho correu de casa e em casa… até que encontrou um porquinho. Oink, oink.

– Quem te ensinou isso?

– O vô Leão quando eu tinha uns cinco anos.

– E você nunca mais esqueceu?

– Têm coisas que é pra vida toda.

Nessa hora lembrei de quando meu pai fazia essa mesma brincadeira quando eu era criança.

Tirei o desenho do arquivo interno. Surgiu um sorriso vivo.

De gerAção em gerAção contamos e somos contados. Vida contagiante!

A tinta da minha perna vai se apagar, os desenhos no sangue não.

3 thoughts on “Vida contagiante

Sua opinião agrega: comente aqui 🔄

%d blogueiros gostam disto: