Verdade absoluta

Tolice

Acreditar

Que o que hoje sustentamos

Será o alimento de amanhã

Somos tão vulneráveis

Viraremos pó

Junto com as certezas relativas

Que nos dá o argumento

Do afastamento

A maioria

Dos maiorais

Vive absurdamente

Cercados e cerrados

Nas certezas absolutas.


Para quem visitou o blogue hoje durante o dia, primeiro agradeço pela presença, depois peço desculpas pela bagunça no espaço. Quando resolvo mexer nas configurações é confusão na certa. Fotos encurraladas, letras descodificadas e por aí vai. Quando busco ajuda escuto: você precisa aprender a linguagem de programação. Mais uma linguagem nananinanão.