Só ir

Tão importante quanto

Pôr os pingos nos is

É caminhar nos dias a sorrir

As linhas do caderno em branco

Continuam esperar por caligrafias

Que são tão únicas

Quanto a vida

O sentido só será sentido

Se souber pontuar

Mas

Não se perturbe

E nem caia na quimera

Das palavras fúteis e redundantes

Pois

Antes de saber ler e escrever

Teve que aprender falar e escutar

Para entender que o sorrir

É apenas uma parte do só ir.


Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

Botões.

Na roupa

No piano

No elevador 

No alarme de incêndio

No ônibus 

No banco

No celular 

No refrigerador

Já pensou no valor de um botão?

Temos muito deles

No corpo, na alma, no coração 

Basta o toque

Um ajuste

E você já se sentirá 

Dentro da casa

Apertem os botões 

Do gosto, do tato, do olfato 

Visão e audição 

Receba o botão de rosa 

Identifique os de pressão 

Afinal a qualquer momento da vida

Podemos aprender

O jogo de botões

Vai tentar?

Cristileine Leão.