Germinar

Cadê a semente

Que poderia germinar essa terra?

Cadê a serpente

Que instigava o ser a ser consciente?

Cadê o ser?

Cadê?

No jardim

Desconfigurados

Destinados há

Arador ou adorno

Se dê

Ao manejo do solo

Plante

O Éden no qual

Deseja

Estar

Enquanto há solo.

Lembrei desse som que combina com o poema:

Enquanto houver sol – Titãs


FacebookInstagramYouTube
Siga-me nas redes sociais


Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

Beleza seca

De quando você nada, nada, e parece que não deu nenhuma braçada

Quando você abraça a causa, mas parece que para ela você representa nada

Quando você respira e inspira, mesmo assim continua sufocada

Faz o nado sincronizado

Treina o estilo borboleta

Tudo, tudo, sem ter rio

De quando você se sente um peixe fora d’agua…

Então,

Você encontra uma semente que secou

E vê

Que ainda assim ela é

Bela.


FacebookInstagramYouTube

Siga-me nas redes sociais


Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

O último grão

Assim

Por um fio

Entre o céu e a terra

Às vezes

O último a cair/

Esperando brotar

Esperando brotar

Esperando brotar/

Espera aí/

Ando

Pisando

Nas folhas secas/

Enquanto olho

O clarão

Entre os galhos

Secos/

Que também esperam

Brotar/

Respiro.

Leia também: No fio e Por um fio


Flores cantam Poesias
conheçam o ebook aqui


Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional