Asas no peito

Há asas no peito

Que atuam silenciosamente

Dia e noite

Resplandecem nosso estado de humor

Fazem o flutuar no amor

Fazem o sufocar na dor

O propulsor de tais asas

Está inflar e desocupar

Não no inflamar e desesperar

A sustentação dos seres vivos

É invisível

Atua na troca

Do eu com o todo

Haja fôlego

Aja

Com a mente presente

O voo é longo

Do anjo

Pulmão.

O que é o que é?

Pegue no ar

Ela está aí

É grátis

Nela mora a essência

Desde o primeiro ao último

Suspiro

O alívio e o sufocar

O refresco e o contaminar

Escolha e receba

Conforme a inspiração/

Ela faz parte

Dos raros sentidos

Que podemos controlar

Consciente e inconscientemente/

Ela nos pertence

Ainda assim

Pouco a conhecemos

Mesmo que todos os dias

Inalamos e exalamos

Essa dádiva

Que palpita

Nossa existência.

O que é o que é?

  1. Vida
  2. Poesia
  3. Respiração
  4. Todas as alternativas

Continue lendo “O que é o que é?”