Olhar e sabedoria.

O olhar é fantástico

Dizem que ele é a lanterna da alma

Eu diria que ele é uma lamparina

Na qual flutua um pavio

Curto

Longo

Que nunca sabemos quando vai apagar

E nem até onde pode alcançar

O olhar pode mudar

Um dia

Uma vida

Tanto já passou por meu olhar

Muitas coisas que nem podia imaginar

Cores, flashes, lágrimas

Paisagens e caminhos horrendos

Muito se passou que nem vi

Muito vi que não queria enxergar

De tudo que olhei sei

Nada se encontra ao alcance

Da sabedoria

Terra à vista

É o eterno procurar

Na colônia de nós mesmos.

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional