Sem calote sentimental

Devo

Não nego

No desassossego

Renego

A imitação que advier/

A dívida é um apreço

Para quem já teve berço

Quem não aceita o que lhe impuser/

Devo não nego

Rasgo todos os defeitos

No peito

Declaro guerra ao sujeito

Que me diz

Amo quando puder/

Estender a mão

Princípio da negociação

Na Terra

Da gentileza.


Cristileine Leão FacebookInstagram


Minuto de Silêncio

Em algum lugar do mundo

Há alguém ilhado

Num riacho

Resistindo

Meio à plantação

Parece seca

Parece só

Mas compõe a paisagem

Que não seria tão (b)ELA

Se não estivesse

Em pé

Enquanto passa

O (f)rio

〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️

Oi pessoal,

Este poema bem que caberia à vivência dos depressivos, mas não foi essa a intenção direta.

Explico: uma das sensações mais gratificantes de viajar é estar diante das paisagens e escutar o que elas têm a nos dizer.

Fiquei arrebatada por essa árvore, imaginando como são suas raízes, se terá flores, se terá frutos, quais pássaros pousarão em seus galhos. Como o vento e o homem não lhe derrubou…

Logo lembrei sobre outra cena que vi, no entanto, não quis fotografar.

Foi à noite, frio, numa dessas cidades de veraneio, muitas pessoas para lá e para cá, atrás de souvenirs, comidas, paqueras, diversões e outros interesses mil.

Meio àquele burburinho uma roda de umas quarenta pessoas, a maioria idosos, velas e poucos cartazes.

Vi fotos de pessoas em travessia no mar, casas destruídas na guerra, pessoas com fome e feridas.

Aproximei e li: “Minuto de Silêncio em favor dos imigrantes”.

Senti a gentileza e o amor ao próximo, o que nutre a raiz.

Vi a árvore resistindo na Terra que não é de ninguém e é de todos.

Abraços cristalinos e até mais 🙋🏽‍♀️

Cris.

〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️

Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

Rimas da Atitude.

16 coisas para
Fazer – depende de mim
Na rua – espaço de convivência
Para um dia – o hoje que está garantido (até agora)
Melhor – para nós.

  1. Não quer ler esse texto, apenas se atente à figura ⬆️ e vá logo que o tempo chama.
  2. Distribuir sorrisos, eis tesouro esondido.
  3. Coletar lixo da rua, Terra casa, nada é esdrúxulo.
  4. Deixar a bolsa de moedas em fácil acesso, encontramos com artistas o tempo todo.
  5. Fotografar as flores, alguém vai ficar feliz com esse selfie, pode crer.
  6. Ensinar o sentido para alguém, quem já não ficou perdido?
  7. Com licença, obrigada, por favor: nunca saem de moda.
  8. Parar de espiar os diferentes, a diferença mora no olhar .
  9. Meia hora é o segredo, sem atraso, vai sem medo.
  10. Tá com pressa, vai na frente, isso não me faz menos gente.
  11. Não pergunte da alheia dor, se só quer ouvir amor.
  12. Se ele age estranhamente, pode ser que não falar a língua vigente.
  13. Ceder sempre o lugar, para quem carrega uma vida na barriga, ou, nos muitos anos da pele.
  14. Não se faça de bambambam, para muitos é tamtam.
  15. Converse com os dois olhos que estão na sua frente, audio-fone não é gente.
  16. Quem sou eu para ditar boas maneiras? Só quero dizer que podemos fazer do palco do mundo um tormento ou brincadeira.

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional

Empatia 

O quê: A Revolução da Empatia.

Quem: Tati Fukamati.

Onde: TED

Quando: 21.12.2016

Por quê: Gentileza e empatia são irmãs gêmeas, foram gestadas juntas. Hoje mesmo que cada uma usem roupas diferentes, ambas têm o mesmo caráter transformador, que podem fazer nossos dias mais leves e bem vividos. A pessoa pode ser gentil sem ter empatia, ou, ter empatia e não praticar a gentileza. Quando essas irmãs andam juntas, o benefício é expandido para a humanidade. Acontece que muitas vezes, perdemos o poder de percepção para entender o que é empatia. Nesse caso, essa moça pode nos dar uma aula. Assistam.