Depressão com Poesia

Medo de escuridão

Pessoa na escuridão, infinito

Medo de escuridão
Velhos costumes
Focados na visão
Dos olhos

Lago escuro

Três cachorros famintos

Presos no parque cercado

Caminham pra lá e pra cá

Cheiram o resto

Da comida dos patos

Dos solados dos sapatos

Sedentos

Bebem a água

Do lago escuro

O cercado está furado

Todos

Humanos e animais

Fingem que não veem

Continuam a caminhada

E você

Por que não traz comida aos cães?

Oras bolas

E se eles se apegarem comigo?

E se eles me perseguirem até em casa?

Então verão

Dois humanos sozinhos

No quarto escuro.



e-books por Cristileine Leão