Renovação do salão – Rememorando.

Rememorando: Em junho do ano passado eu falava da corrupção no texto O Baile da Decepção. De lá pra cá, na vida pessoal toquei alguns instrumentos no tratamento da depressão, e na vida coletiva dancei (como todos nós) na batucada da corrupção.

As informações chegam para nós na medida do possível como nuvens.

Às vezes não entendemos nada, a nuvem fica carregada, mas o rio não deixa de fluir.

Na medida do possível vamos aprendendo a filtrar.

Como diria o filósofo Heráclito de Éfeso: não se banha duas vezes no mesmo rio porque as águas se renovam a cada instante.

Assim ando

Assimilando.

⬇️

Renovação do salão é o que esperamos após o baile.

Quer sensação mais gostosa do que quando pegamos uma casa bagunçada, arrumamos tim-tim por tim-tim e colocamos um vaso com flores?

Afinal, a vida não é só dançar.

Este trabalho está licenciado com uma Licença

Creative Commons –

Atribuição 4.0 Internacional

Quem é tua Maria?

Um dia Maria vai

Noutro dia Maria vem

Rodeia, rasteira, rastejante

Já não faz bem a ninguém.

Seus olhos estão opacos

Seu encanto virou bolor

Aquela conquista outrora confiada

Virou o circo do horror.

Que queres com isso Maria?

Como consegues esse fardo levar?

Um conselho de quem já te chamou de amiga:

Não basta ter tática, descubra o que é amar.

Embriaga com o seu encanto

Mas logo se faz fugaz

De olho só no próprio umbigo

Passando os outros para trás.

Faz faxina nesses excessos Maria 

Só acumule o que pode dar paz

Dias passam como cometa

Mas da eternidade tu não foges jamais.

Desce do muro Maria 

Sustenta a tua opinião

Até podes conquistar o mundo inteiro

Mas está longe de saber 

o valor de um só irmão.