Depressão com Poesia

Dália

Dália

Dália

Dalila olha a cor de seus cabelos
E refuta em cortá-los
A ambição é desmedida
A pura essência é invejável
Mas a beleza que deu-lhe
Resplandeceu o jardim das dores