Descobertas à vista.

Vede as crianças brincando (no parque)

Correm e caem

Choram e se consolam

Brigam e esquecem

Sorriem sempre sorriem

Mexem na areia

Cutucam os bichinhos

Desafiam o pula pula

Se provocam

Se abraçam

Vede as crianças brincando

Há birra, barulho e confusão

Mas não há indiferença

De tanto brincar

Esquecem do tempo

De ir no banheiro

Esquecem de comer

Esquecem de fazer lição

Só não esquecem de aprontar

O sorriso

Vede brincando os adultos…

Música: Sou uma criança e não entendo nada.
Intérpretes: Arnaldo Antunes e Erasmo Carlos
Composição: Erasmo Carlos
Lançamento: 1980

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

Quem bebeu?

Me dê a mão vamos brincar

Lá em cima do piano

tem um copo de veneno

Quem bebeu morreu

o culpado não fui eu.
Lá em cima do piano

tem um copo de inveja

Quem bebeu morreu

o invejoso não fui eu.
Lá em cima do piano

tem um copo de verdade

Quem bebeu morreu

o sincero não fui eu.
Quem bebeu?

Quem bebeu?

Quem bebeu?
Não fui eu

Não fui eu

Não fui eu
Perdi.

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença

Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional