“As Pegadas do Jabuti” – ebook para crianças na Amazon

Olá,

apresento essa minha nova criação “As Pegadas do Jabuti” é um livro infantil, voltado para crianças de 7 à 13 anos. Toda a conversa entre o Jabuti e a Joaninha é em um jardim lindamente ilustrado por K. Guedin.

Por mais que pareça uma fábula essa não foi minha intenção, pois, não tem a moral da história. O enredo é sobre o poder da imaginação, o amor próprio, a superação dos bloqueios, o autoconhecimento e o se reinventar.

“As Pegadas do Jabuti”, diz sobre como nosso agir influencia nosso ambiente.

Como de costume, o livro é conciso e intenso. Essa obra me deu mais trabalho, pois, chegar na linguagem infantil é um exercício e tanto. Parece que esquecemos que já fomos uma…

Algumas curiosidades:

para escrever esse livro pesquisei da vida dos personagens: jabuti e joaninha. Descobri por exemplo que jabutis e tartarugas vivem em habitats diferentes, jabutis são terrestres; tartarugas terrestres e aquáticas. Fiquei surpresa com tudo o que descobri das joaninhas!

Aqui em casa ficamos tão envolvidos com essa história que agora as crianças me pediram um jabuti de estimação, risos, vão ficar sonhando, jabutis gostam de morar em lugares quentes. Na Alemanha é no mínimo oito meses frio.

Descrição do livro

Muitas descobertas acontecem no jardim! Basta olhar com carinho e cuidado para a natureza a sua volta. Do que será que conversam o Jabuti e a Joaninha? Será que a força e a delicadeza podem andar juntas?

Respire fundo e entre nesse Universo azul como já fizeram as formiguinhas.

“As pegadas do Jabuti”, um livro para falar sobre superação, autoestima e meditação para crianças.

Continue lendo ““As Pegadas do Jabuti” – ebook para crianças na Amazon”

Autoestima – Em Pauta.

O que: Autoestima.

Quem: Globo Repórter, repórter Zileide Silva.

Onde: Tá no Ar Vídeo

Quando: 03/08/2018

Por quê: Autoestima, a confiança que temos em nós mesmos, segundo a definição dessa reportagem que foi ao ar há poucas semanas. Imagino que muitos que moram no Brasil já devem tê-la assistido. Ainda assim, achei de grande valia reforçar nesse tema. Como sempre repito por aqui, autoestima é o maior valor que podemos transmitir para um mundo mais satisfatório.

Fiquei comovida com a história de vida da professora/pesquisadora Joana, de Franca (SP), pertinho da minha terra natal, e quero repetir uma frase dela:

 

“Ele me deu a maior bronca da minha vida, ele falou Joana não é porque você estudou em Havard que você tem que trabalhar no melhor laboratório, na melhor universidade, faça a diferença, faça diferente”.

E ela fez! Mostrando que não é só de elogios que a autoestima é alimentada, como também de verdades que precisam ser ditas.

Na minha opinião essa reportagem foi muito bem trabalhada, claro que com aquele ar de família feliz das propagandas de margarina, mas o que não deixou de tornar a abordagem efetiva.

Disseram desde a autoestima nas crianças e idosos, até sobre a relação da autoestima com o bullying, obesidade, racismo e doenças.

Falar de autoestima é falar de saúde mental, quantos distúrbios afetivos e psicológicos poderiam ser prevenidos se olhassemos para o outro e refletirmos “como será que posso ajudá-lo em sua autoestima hoje?”. Esse é um papo que vai muito além dos elogios vazios.

Abraços e bom fim de semana pessoal 🙋🏽‍♀️

 

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional