Depressão com Poesia

O corvo no sinal.

Parada estou

Tu negro reluzente no céu cinza
Nem percebe o sinal vermelho