Depressão com Poesia

Somos recursos humanos.

Lá vêm eles descendo com seus ternos e suas malas pretas

Chicotes moderno

Hoje vão cortar cabeças

Produtividade brandam

Querendo gritar lucro.

A primeira cabeça rolou

Pai de família, meia idade

Filhos indo para faculdade

Seu orgulho e reprodução social

Tinha se preparado mais de 20 anos

Para estar ali, de repente, ficou obsoleto.

 

  • Como assim senhor?

  • Produtividade, concorrência, mercado.

– Dei meu máximo. 

– Precisamos de gente sem limites

Nossos recursos estão escassos.


Em nenhum momento foi mencionado a palavra lucro.

Tratando pessoas como recursos

É mais fácil aceitar o descarte.

 

  • Não consigo ter pensamento binário senhor.

– Quem disse que você precisa pensar?
Quando chegou na cabeça 137

A mala preta caiu no chão

Escorregou a foto de família

Esposa e crianças gêmeas

Revelou o escondido

Atrás daquele recurso humano

Homem não chora, pensou, e se recolocou.

 

 Muito obrigado por todos esses anos de prestatividade e Boa Sorte seu Alberto.

– Para o senhor e sua família também senhor Maurício.

 

Os dois foram rasgados

Como notas sem valor.

11 thoughts on “Somos recursos humanos.

  1. Welcome to the jungle! Be ready or die, no choice nor chance under the capitalist’s spotlights for rookies

  2. Welcome to the jungle! Be ready or die, no choice nor chance under the capitalist’s spotlights for rookies 😑

  3. Just expendables—can be disposed of at will. Still, somehow, some always manage to get through or around it. 🙂

  4. Cris, sempre me encantando com suas críticas ferrenhas. Amo todas. Essa em especial. Não tenho mais estômago para a vida binária. Acho que nunca tive.

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: