Solidão e escuridão

A solidão e a escuridão resolveram fazer uma festa

Chamaram todos os humanos

Muitos resolveram participar

A música era psicodélica

O drink a reflexão

A refeição o vazio

Desfigurada era a decoração

Os convidados ficaram desorientados

Tiveram que se reinventar

Uns resolveram colocar luzes na casa

Outros se prostraram a chorar

Uns descobriram que têm asas

Outros resolveram se matar

A solidão e a escuridão continuam convocando

Não mudaram nadinha o tal ritual

Só mudaram quem passaram por lá

A solidão e a escuridão são eternas

Enquanto estamos a definhar

Sentimentos intensos vêm nos dizer

Precisas aprender a dançar

Insistimos em nos engessar no tempo

Que não pára de rodar

Não se iluda veteranos

Os anos escorregam rapidamente

Neles somos peneirados

Entre dedos

Sólidos e escusos

Em cada passo da dança.

Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

8 comentários

  1. A sombra que se avista sinaliza que damos as costas para a fonte que emana a luz que a forma. Vida, luta, guerra e paz, tudo ao mesmo tempo e agora pra sermos intensos enquanto há tempo e energia do fazer.

Diga-me a sua opinião?