Questão de estilo.

Imagem Pinterest

“Diga o que tu vestes que te dirão quem és”

Roupas e suas convenções sociais.
Segundo a história religiosa cristã, homem e mulher eram bem resolvidos com seus corpos, a nudez não era vergonha, e nem precisavam mostrar nada para ninguém.

Já na história evolutiva, deparamos com os homens da caverna que usavam peles de animais para se cobrirem. Os mais fortes e venerados se destacavam com as melhores peles. Era a grife do momento.

Surgiu a política, os reis com a soberania de suas roupas e jóias douradas. A roupa tomou forma de distinção de classes.

Muito se passou: uniformes, turbantes, burcas, biquínis, saris, kipás, batinas, quimônos, becas, ternos, minissaias, espartilhos, fitnnes…Alta costura, Made in China.

Roupa = código social, cultural, histórico.

Temos a essência, a pele e as roupas. Nem sempre uma acompanha a outra.

Artifício de desejo, ostentação, desprendimento, julgamento. Velha ou nova transmite a presença que temos, ou, que desejamos ter.

O orgulho ou a vaidade. A beleza, a idade, a maturidade. O conforto, a exibição. As cores, os humores.

Roupas despertam sentimentos.

Estar sem elas, tocar nosso corpo, se amar, se conhecer é o melhor in(vestimento) que podemos ter. É voltar ao paraíso perdido.

Muitos preferem a fantasia.

E você?
Qual seu estilo?

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional

8 comentários

  1. O meu estilo , ora é clássico, ora é desportivo.
    Isso foi um dos aspectos q gostei em Londres, é q as pessoas vestem se loucamente, no sentido de combinações, cabelos nas mais espetaculares cores, e não vi olhares, muito menos críticos.

  2. Meu estilo tem mais a ver com necessidade do que, necessariamente, com identidade. Por ser daltônico, sempre tive dificuldade em usar roupas coloridas, por isso, basicamente, minhas roupas são pretas, brancas ou cinzas. No máximo, um vermelho/vinho ou azul escuro. Belo texto!

  3. O estilo é muito mais do que as roupas podem dizer. O estilo é postura, é presença. Com ou sem cor podemos ter o nosso. Obrigada por participar Guilherme, gosto demais do seu blog🙋🏽‍♀️.

  4. Não sei definir meu estilo haha
    Talvez clássico, básico e despojado. 🤔
    Gosto de acessórios e não saio sem um batom.
    E sim, nos expressamos também através das roupas, maquiagem, etc.

Diga-me a sua opinião?