Depressão com Poesia

Promessa de evolução

Dia de visita à tumba de um dos maiores poetas da humanidade: Dante Alighieri (1265-1321).

Essa vida é mesmo uma “divina comédia” onde o inferno, o purgatório e o paraíso vive em cada um de nós… Bom saber que a força e a ternura da poesia resiste além dos ossos.

Sim, estou de férias viajando com a família num tour de carro parando de cidade em cidade, atrás de descobertas e tempo de qualidade juntos.

Dias antes visitamos a tumba de Santo Antônio em Pádua. A sensação foi completamente diferente. Num lugar senti um misto de contemplação e pequenez, no outro me senti fazendo parte da história da humanidade.

Atualmente não sou praticamente de nenhuma religião, mas já fui, conheço os preceitos. Por respeito não tirei nenhuma foto lá, quis só sentir o que o santuário representava. Tinham bastante turistas, mas não estava lotado. A missa acontecia normalmente mesmo com o vai e vem de turistas. Haviam relicários com partes do corpo e vestuário como a língua, a arcada dentária, os fragmentos do hábito marrom.

Numa apresentação audiovisual foi explicado a vida e obra de Santo Antônio. Uma pessoa que buscava o silêncio para se conectar com Deus, quase perdeu a vida no mar, lutava pelos pobres e oprimidos. Nasceu em Lisboa, Portugal, e morreu em Pádua, na Itália, com 36 anos.

Santo Antônio é padroeiro de Taiúva da onde eu vim, desde criança escuto falar dele, inclusive minha mãe que é bem religiosa fez uma promessa que se eu voltasse andar depois das cirurgias nas pernas, eu iria participar de uma procissão com ela descalças. Eu cumpri chorando de vergonha, adolescente tem dessas coisas… Agora agradeço a mãe que tenho e a oportunidade de andar por esse mundão a fora.

No túmulo de Dante Alighieri eu ficava pensando: ah poeta me dê um pouco de poetize, risos. Gostei muito de ler esse histórico que anexei acima, quanto disso eu não sabia…

Essa visita veio em bom momento porque estou revisitando os clássicos. Tentei explicar para meu filho a importância disso, ele não quis entender, lembrei do caso das pernas.

E assim caminha a humanidade… na promessa de evolução.

20 thoughts on “Promessa de evolução

  1. Maravilha ler-te e aprender sempre, seja sobre poesias, comportamentos adolescentes, pernas, religiosidade, enfim… Como deves lembrar já fui frade franciscano…Santo Antônio é um dos franciscanos mais renomados. O Colégio em que trabalho em Belo Horizonte é franciscano e o nome: Isto mesmo: Santo Antônio…
    O Belo na poesia de Dante Alighiere é sua sagacidade e sarcasmo para falar de temas tão sérios ainda hoje… Imagine à época…
    Paz e Bem, Cris.

  2. O melhor de ter visitado esses lugares é que fiquei ainda mais curiosa da vida deles e agora estou à pesquisar. Também mexeu com minhas memórias, especialmente a afetiva…
    Estevam realmente fico muito grata com sua devolutiva. A vida é feita das trocas na grande sala de aula dos dias. Desde já desejo que 2020 seja iluminado e produtivo para vocês 🙋🏽‍♀️

  3. 🙏🙏🙏 Há bastante tempo que não me prendo muito em datas… Tenho tentado fazer cada dia uma oportunidade nova como para viver… Em boa parte tenho conseguido. Paz e Bem!

  4. Que coincidência! Ontem ao almoço, em Calais, o nome do Dante Alighieri veio à mesa. Era um jogo sobre livros clássicos e seus escritores. Foi o único q deu tempo de um acerto p mim, mas eu estava me recuperando do que havia bebido. Rsrs
    A sua história de superação é bonita.

  5. Ah! Santo Antônio um dos meus Santos preferidos… sempre me encanto com sua história… um exemplo de vida. Também adoro visitar templos com seus túmulos regados de histórias. Dá uma curiosidade preciosa e fulgaz de conhecer mais o protagonista dela. Dante Alighieri na Divina Comédia relatando sua viagem imaginária ao inferno, purgatório e paraíso… quantas questões me fazem refletir… O Inferno… Adoro aprender com suas pesquisas. Boa viagem Cristileine. Abraços

  6. Feliz 2020! Desejo que você Cristileine se despeça do ano velho com muita alegria e recebam o novo ano com muita esperança. Feliz Ano Novo 🥂💫.

  7. Ainda espero dar conta de escrever crônicas…. Algumas delas, serão sobre meu tempo de seminário/convento na vida religiosa… Uma das que pretendo escrever é sobre o ‘ossinho’ de Santo Antônio que ficava num relicário para as pessoas beijar… Isto acontecia toda terça-feira nas missas de 7h e 19h no Santuário Santo Antônio na cidade de Visconde do Rio Branco-MG. Tem cada história sobre estes beijos no relicário e as conversas que tínhamos dentro do convento… Na ocasião eu era noviço franciscano e morava na clausura deste convento… Para por aqui, senão o comentário vira uma crônica rsrsrsrsrsrsrs

  8. “… no outro me senti fazendo parte da Humanidade.” Ah, é isso aí. Boas férias, boas paradas no meio do caminho (sem a pedra do Drummond, hehe). Danté é bom garoto, vocês taí estão assim, como dizem o Vinícius e o Toquinho numa canção: “Eu não ando só, só ando em boa companhia, com meu violão, minha canção, e a Poesia.”

    ATÉ.
    DARLAN

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: