Depressão com Poesia

Poema cerebral

Tudo o que vejo é do avesso

Procuro recomeços

Além do cérebro reptiliano

Caio no campo das emoções

Caio, deito, não saio

Enquanto a dor não der seu xeque mate

Levanto exaurida

Apesar da dor há vida

Celebro o cérebro trino

Quando chego na cognição

Sabendo que o corpo que existo

É um rarefeito canal de muitas lições

Hora de dormir

Quando aí sim

Quem sabe descobrir

O porquê vim.


Segundo o neurocientista Paul MacLean, em sua teoria do cérebro trino, desenvolvida na década de 70, nosso cérebro é divido em 3 partes:

  • Repteliano: vem de répteis, diz respeito aos nossos instintos animais, aquilo que não domamos.
  • Límbico: ligado as nossas emoções e comportamento sociais. Eu diria um campo minado e molhado😂
  • Neocórtex: o que nos diferencia dos demais animais, racional, cognitivo. Com o qual podemos adquirir conhecimentos e mudar nossa realidade.

Atualmente há teorias dizendo que nosso intestino age como o cérebro produzido hormônios que alteram nosso comportamento.

Seja lá como for, um fato é certo, o universo é muito maior que qualquer matéria (corpo) e nossas células fazem parte dele.


7 thoughts on “Poema cerebral

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: