Depressão com Poesia

Olhares II

O homem

As pedras

Muita imaginação 

Se as águas do Rio Tejo as levam

Mais motivos para a criação.

Veja também Olhares I.

4 thoughts on “Olhares II

  1. Estou a ver que Lisboa continua no seu caminho!
    Admiro imenso este tipo de escultura com pedras em equilíbrio…mas não gosto das decorações que este senhor faz em algumas obras! Acho que pontualmente entra num exagero de desenhos e cor!
    Mas isto é apenas a minha opinião, depois de lá passar várias vezes e ir acompanhando o processo. Felizmente que muitas ainda são simples pedras em equilíbrio!
    Desejo boa continuação de viagem!

  2. Pensei o mesmo em relação a colorir as pedras, é o mesmo que colorir troncos de árvore. Desnecessário. Ainda assim, achei a obra dele diferente e criativa, especialmente as sem cores. Fiquei a admirar elas caindo e ele remontando. Quanto às coloridas, imagino que meus filhos vão gostar e entender melhor as composições. Vamos ver. Abraços.

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: