Depressão com Poesia

Olhar de arroba


Ve
Ven
Vende
Vendedor
Dor
Dor de
Vendas

Nos olhos de arroba…

 


Poemas à parte, o que se prega no marketing digital é a dor que vende, claro que  numa roupagem bonita de fórmulas prontas, soluções efetivas e com gatilhos mentais como:
apelo emocional,
prova social (fulano já fez), competição (vai ficar de fora), escassez (só até amanhã),
empatia (eu te entendo), entre outros.

Alguns olhos vendados e doloridos nem percebem que fazem parte da nova arroba. Hoje o marketing não é mais de porta em porta, mas de janela em janela…

Nada contra esse novo meio de trabalho, mas é bom ficar alerta da dor que nos consome. De que tipo sou de consumidor.

O consumo consciente não é só sobre os plásticos e tecidos sintéticos que usamos e descartamos (à longa vida), é também sobre até que ponto nos permitirmos sermos manipulados, sobre o que alimentamos a alma, sobre   as pegadas que deixamos no mundo. Uma humanidade melhor começa dentro de nós.

7 thoughts on “Olhar de arroba

  1. A arte reprimida brota com raízes mais forte… quer o terreno as acolha ou não…
    Já voltaram as aulas presenciais por aí? Abraços, professor.

  2. Não. Ano quase todo remoto. 2021, pelo menos no início também deve ser assim.
    Por aqui temos um desgoverno que a cada despropósito condena centenas de pessoas a morte.

Sua opinião agrega: comente aqui 🔄

%d blogueiros gostam disto: