Depressão com Poesia

O infinito em segundos

Se diminua
Se diminua
Se diminua

Muito bem

Agora fique sem pensamentos
Agora fique sem emoções
Agora fique sem julgamentos

Isso ai

Se diminua
Se diminua
Se diminua

Agora tão minúsculo
Se coloque dentro
Do próprio coração

Sinta a contração
Sinta a expansão
Sinta seu ser pulsante

Parabéns
Você viveu

O infinito em segundos

Traduzo, risos:

“O mais precioso trono das galáxias aguarda o seu retorno.”

Do meu caderno de recordações, às vezes precisamos nos lembrar do básico ao avançado, da gratidão que temos e das que precisamos desenvolver até irradiar borboletas nas galáxias.

6 thoughts on “O infinito em segundos

  1. Cristileine, minha querida amiga… eu realmente faço desta sua poesia, um exercício diário. É na contração (nada tenho “contra ação”, ok?! kkkkkkk) que nos expandimos. Só não sabia que o precioso trono das galáxias estava esperando seu retorno… (e eu bem sentadinho aqui, me sentindo soberano… só berano… é rei ou errei?! srsrsrs). Simplesmente magnífico! Momento mágico! Obrigado por compartilhar… beijo no coração!

  2. Estou aqui viajando no seu trocadilho de palavras:
    contração, contra ação; rei errei; soberano só berra…
    Eita encontro das galáxias, risos. Mágico é o com.par.ti.lhar.
    Abração.

  3. E tem ainda “com tração” , que podemos dizer que o ato da gente pegar no tranco kkkkkkk (obrigado por este encontro galático, risos) Témkiu ! rsrsrs

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: