Depressão com Poesia

No ano novo também.


Aqui estou 
Papai Noel não me fez dormir

Nem sonhar

Meu pai não sabia contar estórias 

Aprendi ser Rapunzel 

Hoje detesto tranças 

A visão do alto da torre

É falsa

Felizes são as formigas 

Se cuidam

Se protegem 

A vida delas é mais que um conto

Ultrapassa os cantos das cigarras 

E eu aqui 

Bobinha

Esperando um salva/dor 

No ano novo também.

1 thought on “No ano novo também.

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: