Literalmente é seu nome.

“Tia Cris eu vi as fotos

eu tava na barriga da minha mãe

Por isso eu num tava aí”

Acontece que eu casei há 15 anos e ela vai fazer quatro.
E quem garante que ela não estava lá?
Se ela me contou, só posso acreditar.
Quem falou que os adultos tem sempre razão?
As crianças vivem num mundo que sonhamos, o qual por muitas vezes almejamos voltar, sem ao menos lembrar como era viver lá.

Não sei se vou no seu casamento, mas comigo você sempre estará. Nasceu além da barriga da sua mãe, nasceu para nos avivar.

  • Quando ela nasceu, eu mudava de país, nada mudou entre nós, a não ser a dilacerante saudade.

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

3 comentários

Diga-me a sua opinião?