Depressão com Poesia

Impressionada divagação

Mar, amar, ah mar!

Bem no toque do sol! Cheguei lá, também sou energia. A natureza não existe, tudo são impressões passageiras.
Fortes trovoadas e inundações no deserto; a falta de água no planeta Terra. Será minha impressão?

A fome cutuca a barriga de criança no centro do mundo, mas cada um está ocupado com suas máquinas. Registro do tempo. Isso é pura impressão?

Multifacetadas regras para o auto conhecimento, vento de estrelas na floresta… viajante impressão.

Voz saindo do pé, cérebro na língua afiada. A loucura é impressão?

Arte em 3D, vida sem data, arquitetura, base de dados, rastros na estrada, atitude não tomada… impressões.

Se eu te contar quem sou, desfaz a afinidade comigo? O dia que eu descobrir, te falo, por agora só impressões.

Um par de calças seguram meus braços, minhas pernas estão livres, perdi o caminho porque fiquei juntando impressões.

Não se impressione com o paraíso e o inferno, com a natureza e existência, nesse caso tudo são ilusões.

A garantia da vida é a morte, ainda assim ficamos muito impressionados com ela. Como se fosse o fim, mas a atmosfera continua a prosperar. 

Sou uma impressionada divagação. Somos centelhas efêmeras da impressão do infinito, mágico e esquisito.


Outro REMEMORANDO, post de 03.09.2017, definitivamente o mar é inspirador, quero viver lado a lado desse movimento profundo e sereno das águas…

10 thoughts on “Impressionada divagação

  1. Estou aqui com “Sapiens – Uma Breve História da Humanidade” com leseira pra terminar porque é em inglês 😊 Acompanho os pensamentos dele, ontem saiu uma matéria no uol e a entrevista no Roda Viva recentemente foi fantástica, se é que ainda você não viu. Tenho muita inspiração ao escutá-lo. Um visionário! Esse post aqui também é das antigas. Abraços.

  2. Assisti a entrevista sim. Li 21 lições e estou trabalhando com alunos alguns capítulos.. Na minha estante, na fila está Homo Deus… O cara é um profeta contemporâneo…

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: