Depressão com Poesia

Ignorância.

Às vezes ele nunca deu para ela o que ela mais queria, carinho e atenção.
Às vezes ela não deu para ele o que ele mais precisava, valor e elogios.
Tarde demais para plantar flores e colher amores, quando se está dez palmos abaixo do caixão.
Ontem vi vocês dois batendo palmas para a ignorância. Que pena que a ignorância atendeu, que pena que vocês abriram a porta. Foi um café da manhã inesquecível.
Foi um café da manhã inesquecível.

Este trabalho está licenciado com uma Licença

Creative Commons –

Atribuição 4.0 Internacional

Sua opinião agrega: comente aqui 🔄

%d blogueiros gostam disto: