Depressão com Poesia

Faces sintomáticas.

Djanira nem percebeu que serviu lentilha crua no jantar

Fábio não tomava sol há dias

Já a Carla só chorava, tudo o que estudava não assimilava

O Beto ficava quieto, não falava o quanto seu corpo doía noite e dia

Susana não saia da cama

Otávio fedia e repelia

Luciana se entorpecia de bebida, cocaína ou calmante

Rosário rezava muito

Sabine sorria, sorria e sorria

De Fernando todos corriam, que pessoa negativa

De Manuela escondiam as facas e punham telas nas janelas

Lá vem Gabriel, o rabujento

Acompanhado da Lola a sem foco

Em comum
A mesma descrição
Maior ou menor
Depressão.

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

10 thoughts on “Faces sintomáticas.

  1. Achei fantástica a forma como você mostrou diferentes faces da depressão… pois muita gente pensa que todo mundo com depressão se sente igual e tem os mesmos sintomas… mas cada pessoa é única, cada sofrimento é único… e todas as pessoas, por mais diferentes que sejam, merecem se sentir melhores

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: