Depressão com Poesia

Enfados

Saibam vocês

Quando a tristeza invade

Significa que toda maquiagem

Já perdeu a sua cor/

Saibam

Quando a tristeza domina

Você questiona se há sina

Ou se perdeu os sinais/

Saibam vocês

Que quando a tristeza impera

Os filtros ficam desconexos

Os amores desvainecidos

E o sol até perde o calor/

Saibam vocês

Que a tristeza se instala

Quando vê os que encenam

O teatro sem teor/

Saibam vocês

O palco cansa

Também cansa esperar por palmas

Quando só sente as palmadas do travesseiro/

Saibam vocês

A hora de sair de cena

E esquecer tudo o que sabem…

“A muita sabedoria é enfado da alma”, Eclesiastes 1:18


Flores cantam Poesias 🏵fotografias e poemas


Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

13 thoughts on “Enfados

  1. O saber é como a embriaguez, te liberta da realidade, redefine filtros e traz outras perspectivas, até uma certa leveza, mas diretamente associados à ressaca proporcional à dose. Use com moderação, pois às vezes é melhor ser um mero ser ignorante das pesadas tristezas e só assim apto pra focar na singela beleza.

  2. É importante ressaltar que sabedoria no hebraico (origem do texto do Eclesiastes) é diferente de sabedoria no grego… “nós ocidentais”… herdamos os dois tipos de ‘saber”. No hebraico sabedoria tem relação direta com o conhecimento de Deus e no grego tem relação com ‘Ser’ no sentido ontológico… acabamos por transformar até o conhecimento de Deus em ontologia (busca pelo Ser… O autor do Eclesiastes (livro sapiencial) Kohelet ou Qohelet, era uma espécie de ‘sábio’ que reunia os ‘saberes’ do povo hebreu. .. Como prevaleceu o saber como poder, muitas das vezes, ‘temos’ usado este ‘saber’ para dominar…E, isto sim é mais do que enfadonho… simplesmente mata a relação entre sabor e saber…

  3. Uau, me senti nas aulas de filosofia agora. Nesse texto eu expressava do saber hebraico, do conhecimento que vai além das palavras, daquilo que não se vê mais se sente. Mas, como disse num outro comentário, o saber grego também cansa, ainda mais quando se percebe que esse está sendo usado para manipular, confundir ou apartar uns aos outros… “Vaidade, vaidade, tudo é vaidade”

  4. Eu estava com dúvidas sobre qual poema publicar esta semana. Você acaba de me ajudar. Quinta-feira eu o publicarei…

Sua opinião agrega: comente aqui 🔄

%d blogueiros gostam disto: