Depressão com Poesia

Eito.

Bem feito
Aos nossos defeitos
Até que em fim aprenderam
O feito é melhor que o perfeito

Confiemos em nossas falhas
Certamente vamos falhar
Já ele, o desafio continua
Dia após dia a nos instigar

Até que enfim
Vem a vitória
Com seus braços abertos
Nos chamando de bem

Assuma todo efeito colateral

Afinal

A vida é feita do bem e do mal.

〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰

〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰

Ainda que tardiamente, descobri hoje essa música, amei, vida realidade, tenho a sorte de conhecer e conviver com muitos Josues. Essa música gerou esse poema acima.

🎼 tinha dentro de sua alma muito conteúdo 🎼

🎼O ser humano é falho, hoje mesmo eu falhei
Ninguém nasce sabendo, então me deixe tentar (me deixe tentar)
O ser humano é falho, hoje mesmo eu falhei
Ninguém nasce sabendo (ninguém), então me deixe tentar
🎼

Música: O homem que não tinha nada
Compositores: Diego Silveira / Jose Tiago Pereira / Pedro Luis

Interpretação: Projota com participação especial de Negra Li

Direção: Lua Voigt

Gênero musical: Hip Hop/Rap

Ano: 2014

Este trabalho está licenciado com uma Licença

Creative Commons –

Atribuição 4.0 Internacional

11 thoughts on “Eito.

  1. Meu querido tio um dia me ensinou uma lição sobre a qual precisei de muitos anos para entender o real significado e seu conteúdo implícito. A sabedoria da simplicidade é o que mais me encanta nisso tudo, e ele disse: ‘leva no eito…’ , como um simples, multiplo e profundo ditado de poucas palavras. Ah meu querido tio, hoje começo a te entender um pouco melhor…

  2. Eu não havia lido este poema seu antes de escrever-lhe no caso do celular…respondestes-me neste breve poema sobre o eito…

  3. Sempre me alegro quando te vejo por aqui. Que ótimo que está aproveitando, eu continuo sem entender de bullet journal, rss, avessa à metodologia, mas já ando me entendendo com as cores do Google calendar como sua mãe. Do mais só te peço uma coisa: escreva menina. Seus conteúdos fazem falta. 🙋🏽‍♀️

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: