Depressão com Poesia

Despir

Ego o que se acha que se É

Realidade saber a real idade do seu ser

Na mistura de todas as cores nasce o branco

Na a ausência delas o preto

Terra à vista

Limitados no aspcecto da luz

Chove, chove e chove

E só veem o arco íris

Diante de todo *espectro ondulatório

Ser hUMano

Nem tudo o que parece

É

Nem tudo o que é

Aparece a olho nu

Dispa-se.


Comecei um curso de cromoterapia, quando me deparei com esse conceito de espectro ondulatório logo pensei: como nossa visão, sensações e conhecimentos são limitados. Sobretudo quando não questionamos o que veio antes e depois da “luz visível“.

Tantas ondas invisíveis chegam até nós: eletricidade, rádio, tv, wifi, microondas, infravermelho, ultravioleta, raios x, raios gama…

E saber que isso tudo é só o que temos “ciência”, mas, não há limites para a luz do Universo.

Despir é não se limitar nas dores cores.

*Espectro Ondulatório

3 thoughts on “Despir

  1. Que bom . Cheguei esta semana. Viagem tranquila voo super vazio, ninguém viajando a turismo só por motivos necessidade. Bjs

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: