Depressão com Poesia

Desaparecida

Ajudar sem julgamentos é uma habilidade a ser desenvolvida…

Ajudar é diferente de julgar, julgar contradiz a amar.

Desde o começo dessa semana estou divulgando o desaparecimento de uma jovem brasileira que veio para Alemanha estudar sobre sustentabilidade na área de água e energia.

Como se não bastasse toda a agonia que jorra sobre a família lá do outro lado do oceano, ainda eles têm que administrar todo ceticismo de quem se dispõe ajudar no caso.

Retrospectiva

Segunda-feira:

A moça foi vista pela última vez em um trem no sábado passado. Recebi a notícia na segunda e comecei à divulgar. Quando me apareceram comentários do tipo: é muito cedo pra dizer… talvez foi passear… mas é da sua família?

Segundo a Cartilha do Enfrentamento ao Desaparecimento, uma pessoa é considerada desaparecida quando não se pode ser localizadas nos lugares de costume. Não é necessário aguardar um intervalo de tempo para que alguém seja considerado desaparecido.

Quer dizer que não é a quantidade de tempo, mas sim a modificação abrupta de nossos hábitos que nos dão o sinal de Procura-se.

Minutos valem ouro para a vida.

Terça-feira:

Começaram chegar comentários do tipo: ah ela estava depressiva…

Pode ser, como pode não ser, quem está em processo depressivo fica desorientado, quer sumir de tudo, quer sumir de si. Não somos detetives e nem terapeutas do caso…

De experiência posso dizer que a depressão é um processo: tem começo, meio e fim. A dor se desfaz, ressignifica, por isso mesmo a importância da pessoa se sentir amada e apoiada (não julgada).

Quarta-feira:

Hoje nas redes sociais foi um alvoroço, informações falsas de que ela foi encontrada, e a mãe lá do outro lado do hemisfério dizendo que não, pedindo paras as pessoas só confiarem em informações oficiais (da família e da polícia).

Amanhã, bem amanhã é outro dia, espero sinceramente que a Lívia seja encontrada, que nós humanos tornemos nossos dias mais sustentáveis, aprendendo a nos colocar no lugar do outro com

  • mais intensidade e sem julgamento,
  • com mais sentido e menos sentimentalidades,
  • com mais pertencimento e menos indiferença.

Que possamos ser de paz tecidos e não arrefecidos em catarses.


Aqui fotos e informações para quem quiser ajudar na divulgAção.

18 thoughts on “Desaparecida

  1. Que ela esteja bem, onde estiver e que tudo se esclareça…Rezo para que seja encontrada o mais rápido possível!

  2. Às vezes penso que falta não só empatia, mas também refletir sobre os próprios pensamentos e ações, antes de afetar a vida do outro, entende?

  3. Mais respeito 🙏
    Nossa senhora passa na frente ❤
    Estamos em oração 😍vai dar td certo🙏Se Deus quiser!

  4. Com certeza… e é meio louco como as pessoas sempre acham que tem informações suficientes para julgar o outro. Nessa história, por exemplo, a maioria tenta colocar sua própria visão sobre o fato, mas não se aproximam no lado da ajuda e sofrimento da família

  5. As pessoas se esquecem de visitar o lugar do outro.

  6. Tenho fé em Deus que ela vai aparecer….. Deus tá cuidando dela.🙏🙏🙏🙏🙏💔💔💔

  7. ainda bem que a encontraram ontem (sexta, 3), com vida, em um hospital. havia sido levada para lá por policiais que a abordaram antes, pois ela estava debilitada física e emocionalmente, segundo a família. agora é só torcer pra moça ficar melhor e a família tb.

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: