Depressão com Poesia

Deságua.

Entre as eras
Entre as feras
Entre as desilusões
Há um rio
E suas margens/

À quem ouse atravessar
Uns só sonham
Outros se recusam a olhar/

Ele flui
Ele influi
Ele testa o respirar

Ele ensina
Noite e dia
O rir deságua
No a.mar/

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

4 thoughts on “Deságua.

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: