Depressão com Poesia

Da vida e do sorriso

E = m.c²

Energia = massa e velocidade da luz elevada ao quadrado

0 corpo é massa

A vida é luz

Quando elevada

Além do quadrado

Transcende a fórmula/

Nascer = a luz vira massa

Morrer = a massa vira luz

O que há antes do princípio?

E depois do fim?

Desejos e ex passos

Trocando espaços/

Ainda que alguns duvidem

A Terra é redonda

Até para os fora de órbita

A vida é esse trejeito

Entre o princípio e o fim

Com o tempo que faz

Calendário virar caleidoscópio/

Reféns de si mesmo são os quadrados

Acreditam reter a velocidade

Como se pudessem segurar os dias

Que movimentam nos fazendo cócegas/

Quando sorrimos

Brilhamos, nos damos, amamos

Mas os dias estão tão tristes

Porque só investem matematicamente

Nos dentes.

2 thoughts on “Da vida e do sorriso

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: