Depressão com Poesia

Da convivência e da presença

ConviVENDO

Com a incerteza

Da cegueira/

ConVIVEndo

Com a expectativa

Do que será/

ConheCENDO

O caminho do agora

Já, já derradeiro/

CAminho

Nosso cunho

Principal.


– Passei a vida tentando ser alguém.

Você já é alguém.

Eu sei, alguém profissionalmente falando.

Eu também. Hoje olho para as fotos dos meus filhos e choro. Gostaria de ter sido mais presente.


5 thoughts on “Da convivência e da presença

  1. Perdi alguns anos que parecem não terem existido. Olho p as imagens e não lembro do momento. Por que fiz isso? Por que deixei que preocupações fúteis dominassem os momentos que realmente importam? Não sei, mas sei que não posso deixar que se repita. Criar uma balança mental, onde o peso maior está o presente, estão as pessoas que nos importam: olhá- las, ouvi-las, dizer q lhes amo com um gesto.
    Eu não nasci p estar em casa, circunstâncias fora do meu controle, mas que eram as melhores para minha família, para o meu super time, fizeram-me ficar no banco. Não sou a artilheira, nem a goleira, mas sou a assistente do(a) treinador(a), a massagista, a nutricionista, a que deixa o material pronto para a equipa vestir e ir treinar/jogar. Imagina se eu não existir? O que faria essa equipe? Contratar outra pessoa? Não me parece. Rsrs Sou insubstituível pq o meu ingrediente secreto é….Amor.
    Antes, eu não reconhecia esse papel. Hoje reconheço-o e muito.

  2. Te garanto que nem esses anos de terapia me fizeram chegar aonde meus pensamentos estão agora após essa conversação… É isso aí Miau, golaço!

  3. Que maravilha de reflexão Cris e tambem da Miau… fincando os pés no chão, reconhecendo a realidade além da mente, na vivência e convivência, aqui-agora de coração… por amor a vida.

    Quando me ponho no lugar do outro, vejo um outro que somos…. somos um

    Reconhecer, se Reconhecer… Ser e estar vivo somente onde se pode estar e ser: em si mesmo, neste contínuo agora.

    Um abraço
    Adriano

  4. Essa consciência nos traz mais compromissos de estarmos atento para não perdermos o que é “real” nas realezas do dia. Abraços mestre.

  5. Tomar consciência é Tomar posse por experiência… do que é seu por merecimento e direito (é céu em si).
    Logo, é seu dever guardar, cuidar e partilhar pela própria preservação da consciência.

    Em ComUm com aquilo que nos reUne e nos faz Um… ser “Real nas realezas do Dia”.

    (Mestre? É aquela a voz do coração… no coração do silêncio.)

    Gratidão
    Tamo junto!

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: