Depressão com Poesia

Crescimento.

Levante

Ande

Você já cresceu

Criou músculos e força

De se manter nos dois pés

Cabeça erguida

Errar é comum

Se aprende

Se é gente

Funcionalidade da dificuldade

É crescer

Se quiser andar de quatro

Principal prejudicado

É você/

Diante do crescimento

Só temos dois caminhos

Seguir em frente

Com as próprias pernas

Ou nos entregar aos “ismos”

Fatalismo, vitimismo

Alcoolismo, assistencialismo…

Principal responsável

É você/

Bem vindo

Ao mundo dos adultos

Querias tanto crescer

Não pule etapas meu filho

Viva tudo no seu tempo de viver

A vida passa meu filho

Ninguém pode ser

Você.

Fiz esse texto pensando nos idosos que agem como adolescentes porque provavelmente pularam essa etapa da vida. Nos jovens que querem se eternizar, vivendo como Peter Pan. Nas crianças que querem crescer rapidamente desejando ser adultos como eu e você…

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional

5 thoughts on “Crescimento.

  1. Quantas síndromes nos atormentam nesta era de infantilização dos adultos e adultização das crianças? Eis o dilema de nossa era, que descreves em seu poema….

  2. Trabalho em duas realidades distintas…escola pública e particular…classe média alta e classe pobre…cada realidade apresenta síndromes diferentes e desafios maiores…

  3. Imagino o impacto de lidar diariamente com essas duas realidades, acho que isso deve lhe abrir horizontes inimagináveis. Professor é semeador. 🙋🏽‍♀️

  4. Meus escritos, principalmente, poemas, são terapia, por isso. Os horizontes em sala de aula nestas realidades, especialmente, na escola pública, muitas vezes ficam limitados a janelas fechadas…

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: