Depressão com Poesia

Corre

Corrida

Corre é tempo de músculos, corpo sarado e olhares.

Veja toda a projeção dos caminhantes no parque sobre sua imagética persona.

Deixe para trás as imaginações flutuantes de quem não assumiu a corrida.

Às vezes a pressa fica presa nos pés de chumbo.

Corre nessa regata sarada da vida que passa indiferente aos nossos sonhos e ilusões.

Escorrem os dias em cada passada na Terra, derrubam suas pegadas no chão.

Nesse mesmo chão que sustenta nosso corpo e nos acolhe…

No fim da corrida.

 

7 thoughts on “Corre

  1. Fizestes-me lembrar de Milionário e José Rico: Nesta longa estrada da vida, vou correndo e não posso parar…………….

  2. É… pelo andar da carruagem ou do jeito que o mundo vai, estropiado, manco, zarolho, maneta, asmático, perdida a ternura (“sín perder la ternura jamás”), nuvens e águas e raios que já não se entendem, não sincronizam, devo dizer que o Mundo precisa de mais Leão, Leoa, menos de camaleão e camaleoa, menos de arquétipos, menos de mar morto, fake news, menos ainda de abril despedaçado, do pão nosso já de nem sempre (onde está o trigo da parcimônia ?), é isso, como dizia o Vinícius: “como é, por exemplo, que dá pra entender, a gente, mal nasce, começa morrer. Sei lá, sei lá, a vida tem sempre razão.”

    Domingo de Sol em BÊAGÁ, espero que na cidade dos bancos: FRANKFURT.
    Darlan

  3. Correr, o Esporte em geral, é Medicina Preventiva. Das sinapses, aos artelhos dos pés, levita.
    Darlan

  4. Aqui chuva e frio em plena primavera, e o sonho de uma noite de vacinação… que o governo burocratico promete até o verão que começa meados do próximo mês.

    Sábio você quando diz que a vida tem sempre razão. Aos mortais cabem aceitação, duro é explicar isso para um Leão faminto na selva. Mas como se diz… vamos que vamos. Boa semana para vocês aí em BH.

Sua opinião agrega: comente aqui 🔄

%d blogueiros gostam disto: