Depressão com Poesia

Corporificar

Abraço Terra

Há braços 

Há braços 

A Terra precisa de 

Abraços 

Hoje dói mais do que ontem

Meus braços não podem te tocar

A troca de calor e o pulsar

São mais do que expressões corporais

São intenções de afetos

Imprimidas nos corações

Que agora estão espremidos

Sumos interrompidos

Que vontade de aconchegar

Não fui…

Amanhã talvez a roupa nem nos caiba mais

Mas os braços

Ah os braços

Eles criam forças e presenças

Nas reminiscências entre calos e regalos

Diante dos músculos da ausência

E do tanto que te procuro

Com cantos de saudade

O levantar desse peso

Não romperá as fibras do amar

Na ginástica mente

Sangue, ossos, articulações

Cotovelos, dedos, palmas e mãos

Tudo esperando por se completar

Ao seu redor

Contemplação

Contemplação

Somos melhores em círculos

Assim se forma o infinito

Por hora contenho-me com o quadrado desse teto branco do quarto

Sonhando ao seu lado

Cor por i ficar o

Feliz dia do abraço.

3 thoughts on “Corporificar

  1. Lindo! Me senti flutuando com o abraco, abracando o Planeta Terra, e vibrando Amor Incondicional para toda a humaninda, que sejam todos um!

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: