Depressão com Poesia

Contemplação

Nuvens no céu

São tão rápidos

E ao mesmo tempo

Quase impercetíveis

Os movimentos das nuvens

De onde vieram?

Para onde vão?

Se fundem

Se confundem

Na visão

Pipocas no céu

Que será estrelado

Enquanto fico com gostinho

De quero mais

Aqui e agora na

Com templo a ação.


O que está em cima é como o que está embaixo – Hermes Trimegisto.


Cabeça nas Nuvens

com a casa do corAção

2 thoughts on “Contemplação

  1. Cristileine, no seu belo poema há um erro de concordância verbal. O verbo de ligação (ser) ”são” e o predicativo do sujeito ”tão rápidos” estão no plural, enquanto ”O movimento das nuvens” – sujeito- está no singular, dificultando a compreensão. O correto gramaticalmente seria “Os movimentos das nuvens”.
    (Estou fazendo essa observação porque me pediu que fizesse por aqui mesmo, quando encontrasse algum detalhe a ser revisto). Abraço.

  2. Bom dia Odonir,
    sim te peço quantas vezes forem necessárias. Muito obrigada por sua leitura e por ajudar aprimorar a minha escrita.
    Abraços e bom fim de semana🙋🏽‍♀️

Sua opinião agrega: comente aqui 🔄

%d blogueiros gostam disto: