Depressão com Poesia

Consigo – música

Remexendo nos meus baús de memórias encontrei essa letra de música do vídeo acima que escrevi em 1996. De lá para cá muita águas rolaram: deixar a profissão, casamento e filhos, mudar de país, língua, costumes, etc.

De 2017 para cá vocês puderam acompanhar pouquinho dessa história aqui no Depressão com Poesia, sobretudo a luta para manter a fé, e voltar à falar de amor sem ter vergonha, ou, medo de julgamentos.

Minha maneira de acreditar também mudou deveras, mas o fio condutor continua o mesmo, esse quem me diz que eu “Consigo”, que é bom prosseguir, que os passos se firmam no ir.

Claro nessa música falo sobre Jesus, todavia, a busca de transcender é independente de denominações. Há diversos níveis de consciências e experiências para se alcançar, vide o amor incondicional de Jesus, o desprender do ego de Buda, o escutar a voz interior do Tao; ou até mesmo em exemplos mais recentes como Gandhi, Mandela, Madre Teresa, Chico Xavier, entre outros… Se conseguirmos nos espelhar nas virtudes que admiramos, o reflexo será luminoso, para tudo e para todos.

Do Oriente ou Ocidente, hemisfério norte ou sul, nascemos envoltos por muitas máscaras que nos impelem, mas não impedem de Ser.

Como sou admiradora da voz, dos textos e principalmente das ações do Sandro Ernesto (amigo aqui da blogesfera), pedi para ele musicar essa canção, assim, ele fez gentilmente. Gratidão!

No blogue dele Panografias há diversas musicas autorais, algumas de contemplação como essa, outras divertidas e ainda as críticas.

E se me perguntar o porquê quis musicar a “Consigo” depois de tanto tempo, a resposta é simples: o mundo precisa de voz de confiança.

7 thoughts on “Consigo – música

  1. Nuuuuuh! Que resgate! E mais ainda, que parceria é esta? Você e Sandro juntos, é para transcender toda e qualquer imanência fechada…

  2. Quando você me pediu para musicar Cristileine, primeiro mergulhei na letra e dancei a música que havia nela (dancei, como se estivesse ouvindo em um fone de ouvido… coisa de doido kkkkk) Para meu deleite, veio tão simples como deveria ser. A letra pede para ser simples. Transcender. Os níveis de consciência alcançamos quando nós nos diminuímos https://depressaocompoesia.com/o-infinito-em-segundos/ Ao diminuirmos, somos capazes de ouvir nossa voz interna e a de cada ser vivente. Daí somos tomados pela compaixão. Enfim… minha voz rouca não é bem a “voz de confiança” a que se referia, né?! kkkkkkkk (do jeito que a música veio, chorei o bambu rsrsrsrsr) Gratidão pelas palavras generosas minha querida amiga… mais do que um prazer, foi uma honra! Beijo no coração

  3. Sabia que o bambu é o símbolo do Reiki? Representa raízes profundas, frágil por fora e forte por dentro, cresce sempre, é oco evidenciando que no vazio há espaço para a paz… não lembro mais das outras características que aprendi dessa planta… Continue chorar e cantar o bambu. Risos. Abraços🎋

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: