Depressão com Poesia

Cílios

Cílios que vela

Pisca o invisível

Enquanto estamos

Distraídos

Num canto

Velando

Sonhos e ilusões

Os olhos do infinito

Avistam

Os que acendem

A vida

Pálito de reconexão.

2 thoughts on “Cílios

  1. “Uma vez postos sob vigília intensa / atentos ao sentimento do mundo / hora roendo hora / os cílios protestam: queremos ver no sono. / Hora é de irmos às dunas, nuvens e marés./ Tempo é de correr os olhos na calma das mãos.”

    Escrito especialmente para a Página WORDPRESS da CRISTILEINE LEÃO.
    Darlan M Cunha

    Fiquei uns vinte dias, ou mais, do primeiro mês, sem postar.. Outras coisas. Fiquei preocupado com o sumiço da moradora de Frankfurt… hehe. Tudo bem. Vá ler “as cidadees, 8 (final).

    Aquele abraço.

  2. Obrigada! Tudo bem caro amigo, o sumiço é devido ao repensar na vida e valores, o que claro inclui o blogue. Acho que você matou a charada: é hora dos cílios estar nas dunas, nuvens e marés, mas por enquanto só gelo e cinzas. Risos. Mesmo quando fico sem interação, saiba que penso e envio boas vibrações para você e outros amados amigos que fiz por aqui. Fique em paz, se cuida e tenha bons sonhos.

Sua opinião agrega: comente aqui 🔄

%d blogueiros gostam disto: