Depressão com Poesia

Ciclos da vida.

  • Mãe olha aqui.

  • O que foi filho?

  • Olha como eu cresci, já estou atingindo a altura dos seus olhos, você viu? 

  • Você percebe você crescer filho?

  • Claro que não né mãe, que pergunta. 

Assim acontece todos os dias, vamos formado carne, osso, personalidade, sem nos dar conta do que está na vista de todo mundo. 

De repente nos pegamos desengonçados, derrubando tudo ao redor, o corpo se esticando mais rápido que a mente. A cabeça de criança num corpo adolescente. 

Uma decepção aqui, um empurrão lá, noutra vez a mão esticada e plá-plum, caiu na vida adulta. Corre, corre nessa esteira, sentindo mais o tempo se esvaindo do que o que o vento nos cabelos, você cresceu. 

A energia vai rareando, o tempo é soberano, quer nos dar encanto outra vez, vem a velhice. Oportunidade de usar o crescimento de longos períodos para o desenvolvimento. O tempo vai tomando ar de eternidade, e o vento continua chamando para brincar. 

No entanto, sempre, todos nós, em todas etapas da vida, continuamos como aquele menino que não percebe o crescimento diário; que chama para ser visto, querendo um olhar carinhoso e dizendo: “mãe logo eu vou partir”.

9 thoughts on “Ciclos da vida.

  1. Sem palavras, muito bonito eu tenho um menino de 1 ano e 10 meses e passa muito rápido, parecia ontem que ele tinha nascido. O tempo voa e se distraimos por alguns segundos perdemos muito.

  2. Daqui a pouco ele está falando pai olha aqui, e te cutucando no ombro. Aí você pensa quando tinha aquela idade. Aí você pensa que logo ele toma seu rumo. Aí você faz poesia rssss. Abraços 🙋🏽‍♀️

  3. E, pro mais que a gente pense ter acertado, erramos em muitas coisas. E, por mais que a gente pense ter errado, acertamos também em muitas coisas. Uma única coisa é certa, eles crescem…

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: