Depressão com Poesia

Caverna do som

Acordei com esse desenho feito por minha filha na lousa de recados familiar. Poesia ouVida.

Caverna do som
Orelhas que nunca acabam
Cravadas no coração
De quem se dispõe
A ouvir o não dito

Além da cartilagem, do osso temporal
Do martelo, da bigorna, do estribo
Está a cóclea
Espiral de equilíbrio

Caracóis
Trabalham no breu
São animais de hábito noturno
Com apetite voraz
O que você têm levado pra dentro
Da caverna do som?

Cavernas e caracóis ecoam
Nossa adicção
Todavia
É nas orelhas eternas
Que vibram
Pre e pro
visões

Ou.viu?

5 thoughts on “Caverna do som

  1. Eis uma tarefa que nem sempre damos conta… Evitar que nossos/as filhos/as não repita os nossos erros… Mas, eles/as cometerão os próprios erros… Inevitavelmente, ainda bem…

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: