Depressão com Poesia

Cauda de Baleia

“Cola de Ballena”, Fernando Saénz de Elorrieta, 2007.

REMEMORANDO

Vamos lá ler do que se tratavam os textos daqui em janeiro de 2018: Agarre ela aí

Será que mais para a caça ou para caçador?

Essa vida é uma incógnita, muitos veem a cauda, já o canto das baleias ouvimos somente quando trocamos a pele, para isso precisamos usar a voz dela aí.

Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

3 thoughts on “Cauda de Baleia

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: