Depressão com Poesia

Tempoterapia

O passado nos trouxe até aqui. Em contrapartida, não consegue nos levar até lá.

Dizem que a depressão é o excesso de passado e a ansiedade o excesso de futuro.

Fico me perguntando o porquê da nossa dificuldade de estar no aqui e agora.

Pode ser uma questão que a banda “Egotrip” cantava nos meados de 80, no cassino do Chacrinha, através da música “Viagem ao fundo do ego” :

Coragem para encarar

Frente a frente eu comigo

Como se enfrenta um irmão no exército inimigo

Anúncios

O que você quer mesmo?

Quer mesmo superar, ou ao menos, conviver suficientemente bem com a depressão?

Se sim, divido essas dicas que aprendi na prática:

  1. Não se faça de vítima, todo mundo tem desafios. Se te falta energia, é compreensível, mas não permita resumir-se em uma depressão. Procure tratamento.
  2. Volte a pensar no valor da sua vida, para você, para os que te amam, para o mundo que precisa de ações.
  3. Procure insistentemente o que te motiva, o que te põe para frente, o que te faz sentir prazer de ser quem é. E, quando achar, não abandone a motivação. Dê mais motivos para essa ação.
  4. Quando se reencontrar, faça o exercício de olhar para o outro. Para os que estão bem, para te inspirar. E para os que estão mal, pois, tem muita gente precisando da sua ajuda agora. O exercício de se colocar no lugar do outro nos faz ensinar e aprender.
  5. Volte para o corpo, isso mesmo, se olhe com mais carinho, cuide da alimentação e da movimentação do corpo e da mente. Escolha trazer saúde para sua vida.
  6. Ainda falando de escolhas, cada escolha uma consequência. Está preparado?
  7. Tenha coragem de assumir às rédeas da sua vida. Ela é única, ela é sua, ela está aqui e agora. Então, melhor o planejamento do que ser levada ao vento.
  8. Aprenda a dizer não, aprenda a dizer sim, aprenda a dizer.
  9. Se perdoe, se corrija, se entregue, recomece.
  10. Respeite seus limites, a Terra é uma piscina com borda infinita, você não.

Dias especiais

Hoje é um dia especial

Mais do que número isso representa a troca e a dedicação. A troca que a cada dia vamos construindo juntos, ensinando e aprendendo. A dedicação ao que me propus: tirar a máscara da cara, falar da depressão sem medo, escrever diariamente (exercício de persistência), apresentar minhas poesias e receios.

Só posso dizer obrigada, muito obrigada, estou muito feliz pela NOSSA vitória.

São 851 posts desde março de 2017 quando recebi a primeira seguidora (Renata Tradutora).

Aqui conto minhas peripécias com a depressão, trago informações na forma de reportagens e depoimentos sobre esse tema; opiniões e crítica social; e claro, muita poesia (menina dos meus olhos).

Nem sei mensurar o significado desse espaço para mim. Só sei dizer que modificou a minha vida para melhor. Pesquiso, fotografo, leio, todos os dias com a finalidade de me informar e dividir com vocês. Porém, são nos comentários e leitura de outros blogueiros que mais encontro caminhos para crescer. Essa troca é fantástica!

Comecei aqui como terapia, já que tenho mais facilidade para escrever do que falar. Naquela época era toda tímida, insegura, ácida e descrente. Junto com o tratamento para a depressão e algumas mudanças de hábitos fui modificando até na escrita. Aqueles sentimentos ruins ainda rondam, mas aprendo como domá-lo a cada dia.

Assim, gradativamente percebo que a aceitação e a gratidão são os melhores rumos. Isso sim devemos seguir:

  • aceitar as coisas/pessoas que não podemos mudar, afinal cada um tem um grau e faz sua própria evolução.
  • Agradecer por cada flor que canta poesia e jabutis que deixam suas pegadas na Terra.