Depressão com Poesia

Cada mar a sua rima

​Marina admirava uma senhora que pintava pano de prato. “Pare com isso menina isso não dá futuro nenhum“.

Marina foi para a escola e se encantou com a ginástica rítmica com fitas. Então, descobriu que aquele treinamento todo era só para uma encenação para um desfile do aniversário da cidade.

Marina viu e se encantou com as Olimpíadas na televisão, sonhou com o nado sincronizado, mas já sabia que na sua cidade não tinha piscina pública.

Marina foi trabalhar em um restaurante, enquanto, picava os alimentos se ligou em qual comida os homens estavam de olho.

Marina resolveu estudar, conseguiu, teve ótimos empregos, foi destaque em sua área de atuação. Recebeu honras e méritos quando já não acreditava em nada disso.

Marina ficou milionária, todos a desejavam por perto, ela tinha tudo que desejava, tudo, tudo, até as coisas que jamais imaginou.

Marina ainda sonhava em pintar pano de prato, mas nesse instante sua intuição sumiu.

Cadê seu mar, cadê sua rima Marina?

1 thought on “Cada mar a sua rima

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: