Depressão com Poesia

A cor do quadro eterno.

O nascimento de Cristo, Paul Gaugin, 1896, Neue Pinakothek Munique Alemanha. Dimensão: 96×128cm**

〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️

Nasceu, viveu, morreu, ressuscitou
Para uns verdade absoluta
Para outros criação absurda/

Seja lá o que for
O fato é que estamos “aqui e agora”
nessa época dividida
Entre o antes e o depois de Cristo/

Numa época em que o *Renascimento
Não explicou e nem sustentou
o que é ser humano
O que é?/

Tempo onde temos relativa liberdade
Para pensar no antes e depois de nós
O que irá mudar quando você se for?

Ser iluminado como Cristo
Um exemplo aos meros mortais
em suas cavernas
Expressão de transcendência/

Mensagem de fé
A ser seguida ou não…
Liberdade, liberdade
Hoje temos esse bastão/

Cá estamos
Com nossas confusões e paixões
Querendo ser salvos
Do quê, de quem, pra quê?

A ressurreição é um acordar
Para a eternidade
O mundo não começa e nem termina

No umbigo/

O tempo flui
Além dos templos
Seremos papiros
No paraíso do sempre/

Onde Oriente e Ocidente
Se encontram
Somos todos gente
Unidos e contrastantes
Na cor do quadro eterno/

Muitos pensam em ressuscitar
Sem saber o que é nascer
Eu também não sei de nada
Estou aqui para aprender/

Eis a graça
Que pesa e fascina
É de graça
É a vida

Com a assinatura da morte.

〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️〰️

  • Renascimento = período histórico de rompimento com o fanatismo religioso. Deslocamento do centro do divino para o humano.

** O pintor francês Paul Gaugin tem uma história excêntrica desde o nascimento até sua morte. Era amigo de Van Gogh com quem tinha altas brigas. Mudou-se para a Taiti para libertar suas pinturas da influência e condicionamento europeu.

Fiquei pasma diante da pintura acima uma concepção diferente do nascimento de Cristo. Com a mistura da história bíblica e personagens taitianos. Ocidente e Oriente juntos.

Maria está deitada na cama num manto amarelo. Jesus deitado no colo de uma mulher nativa e sendo observado por outra. No fundo o estábulo com animais. Escrito no quadro, abaixo do lençol, a frase “Te Tamari no Atua”. Observe as auréolas em Jesus e Maria. Fantástico!

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional

7 thoughts on “A cor do quadro eterno.

  1. Obrigada Tati. Fiquei paralisada diante dessa pintura. Tinha visto o filme do Van Gogh e já visitei o museu dele. Então eu sabia da amizade dele com Gaugin. Mas só quando fui fazer a pesquisa para complementar o post que fui ligar o nome à pessoa 😂 só eu mesma. Espero que esteja tudo bem contigo. Abração 🙋🏽‍♀️

Diga-me a sua opinião?

%d blogueiros gostam disto: