Quem? Quando?


Só quem está no circo
Sabe do espetáculo


Só quem deixa um vício
Sabe seus buracos


Só quem mete a espora
Sabe os resultados


Só quem chora em litros
Sabe onde é tocado


Só quem aceita a sina
Sabe seus recados

Só quem vê ruínas
Sabe a força do abraço


Só quem em si confia
Sabe ser amado


Só quem louva a vida
Sabe ser sagrado

Quem sou eu
quando só?


7 comentários

  1. Não sei se as ruínas descritas estão relacionadas com sua família, mas, seus versos me transportaram para uma ‘casa em ruínas’, dos meus avós paternos. De Taiúva para Vargem do Amargoso.

    estevamweb.wordpress.com/2020/03/12/casa-em-ruinas/

    Curtido por 1 pessoa

  2. A ideia é conhecer sua personalidade de dentro para fora, saber o que você é e o que não é. … Para onde você quer ir e como? E se ouvirmos Maria Bethânia, a noite torna-se agradável e eterna para nos conhecermos melhor. Excelente poema. Boa semana

    Curtido por 1 pessoa

  3. Quando sai da Vargem para o Seminário com 19 anos, os que me perguntavam de onde eu era, sempre respondia: Vargem do Amargoso, lugar amargo, mas, gostoso! Isto, também dará poesia rsrsrsrs

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s