Liquidez

Amor líquido
Escorre
Entre os dedos do tempo

Tritura
Mais que segredos
De liquidificador

Goteja
Terceiras intenções
Até transbordar

Em alta velocidade
A coreografia
Termina em bate dor

Assim diz a música
Vinda das asas
Do beija-flor


Amor líquido é um conceito desenvolvimento pelo sociólogo Zygmunt Bauman sobre a liquidez das relações da modernidade. Segundo o pensador elas são baseada no consumo, na satisfação pessoal e no maior custo benefício.

A composição de Codinome Beija-flor foi feita por Cazuza na cama de um hospital, após o término de um relacionamento, quando ele observava beijas-flores na janela.

A poesia acima é uma mistura de tudo.

3 comentários

  1. Amor líquido, bem como Tempo líquido, são leituras contemporâneas imprescindíveis… Viva Bauman em suas obras. “Crises globais, exigem soluções globais”… Em minhas aulas, isto já é quase mantra que repito de Bauman.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s